Suelen Silva – Quebrando barreiras

Enviado por Mulher de 30 em . Publicado em Super Mulheres

Nossa SUPER MULHER de hoje é a superfã da Mulher de 30 Suelen. Olha que depoimento incrível recebemos dessa guerreira:

SUELEN SILVA – QUEBRANDO BARREIRAS

Meu nome é Suelen, podem me chamar de Sú.

Tenho 36 anos, sou Profissional de TI na área de Governança e empreendedora de Moda Afro com foco em beleza e auto estima da mulher negra.

Leonina raiz, amo Samba e Carnaval, modéstia parte sou super gente boa e muuuuito falante.

Durante muito tempo eu tive uma relação conflituosa em ser negra e “ser” bonita.

Porque eu até me achava bonita, mas o que eu via em mim era muito diferente daquilo que a sociedade me ensinava como “o que era ser bonita”.

Então eu cresci alisando os cabelos, usando batons neutros para não ressaltar ainda mais os meus lábios enormes, usando roupas neutras porque pele negra não podia usar cores vibrantes ficava muito feio e chamativo, blá blá blá…

Até que um dia, em uma seleção de emprego indicada por uma Amiga, onde eu me saí muito bem, mas não fui selecionada pelo gerente da área porque eu não estava dentro do padrão das pessoas que trabalhavam na empresa. Não haviam negros trabalhando na empresa, pelo menos não nesse setor. Minha Amiga me deu essa notícia totalmente incrédula.

Me senti tão impotente, porque eu seguia exatamente o padrão aceitável! Tinha um cabelo alisado, extremamente bem tratado, só usava roupas sóbrias e neutras, maquiagem discreta para não ressaltar tanto a minha negritude, o que estava errado?!?!?!

Foi então que eu entendi que eu não podia mais ficar me escondendo, que eu não poderia aceitar esse lugar apagado onde a sociedade estava me colocando, que por mais que eu tentasse me enquadrar, eu não agradaria a todos. Então a partir daquele momento eu decidi a agradar somente a mim, a me encaixar no meu próprio padrão e a ser EU.

Foi todo um processo de desconstrução, que levou tempo, foi aos poucos. O passo mais difícil foi a transição capilar! Meu Deus, que lutaaaaaa! Cortei o cabelo curtinho para tirar toda a química, enfrentei olhares de deboches, comentários que machucaram.

Mas nada disso tinha mais o poder de me parar, porque eu já tinha entendido quem eu era, sim, uma mulher maravilhosa com o meu cabelo crespo, meus lábios grossos, meu nariz achatado e a minha pele negra.

E foi como florescer! Foi uma jornada de autoconhecimento incrível! Eu nunca me achei tão LINDA como eu me acho hoje! É algo tão transbordante que as pessoas me perguntam porque eu não assumi o meu Canelo Crespo antes! Kkkkkk

Eu digo que o meu cabelo crespo é a minha coroa! Ele me elevou ao meu lugar de RAINHA!

Durante esse processo de me redescobrir, eu encontrei vários obstáculos! Eu não achava produtos de cabelo para a textura natural do meu fio crespo, maquiagem eu tinha que misturar duas, três bases para achar o tom mais ou menos próximo da minha pele, acessórios afro, que eu sempre amei mas não usava porque chamava muito atenção, eu não achava e quando achava eram caros.

Eu pensei que outras mulheres também passavam por estes mesmos obstáculos! E fiquei buscando uma maneira de nos ajudar! E coroando essa transformação eu me descobri empreendedora e abri minha propria loja de produtos afro.

Como empreendedora ainda encontro muita dificuldade em encontrar maiores variedades de produtos voltados para a pele negra. Mas acredito que toda mudança precisa ter o seu ponto de partida e nós já começamos.

Cada vez mais mulheres negras estão se encontrando e se descobrindo e o mercado precisará acompanhar essa mudança, oferecendo produtos adequados a nossa pele, ao nosso cabelo ao nosso biótipo.

E eu seguirei aqui, buscando, abrindo caminhando e conquistando cada vez mais espaço para todas nós!

Mulher de 30, muito obrigada por nos dar voz!

Comente com o Facebook

comentário(s)

Trackback from your site.

Deixe um comentário