Menina, nem te conto! Uma história triste

Enviado por Mulher de 30 em . Publicado em Menina, nem te conto!


Bom dia
Minha história daria várias novelas kkkkkkkk
Resumindo a pior parte delas…

Eu tinha uma linda história de amor, onde éramos muito apaixonados, todos diziam isso, que éramos feitos um para o outro. Moramos juntos e resolvemos marcar o casamento, onde eu batalhei muito para pagar, trabalhava de segunda a segunda. Estávamos muito ansiosos para ir morar na nossa casinha.

Um belo dia indo para o trabalho eu sofri um acidente de moto. Quase morri, fiquei 3 meses na cama tomando banho de paninho, morrendo de medo de não dar tempo de andar para o casamento.

As coisas foram ficando apertadas pois eu estava afastada. Sai da cama e fui para cadeira de rodas e depois muleta.
Meu noivo foi ficando estranho e faltando 2 meses para o casamento ele não quis mais.

Seis meses depois ele começou a namorar, mas ainda vinha atrás de mim, dizia que me amava e que eu sempre seria a mulher da vida dele, mas que eram os planos de Deus que não ficássemos juntos.

Ele casou em Dezembro.
E depois disso eu não consigo mais me relacionar. :(
Acho que é isso.

Beijos, leitora triste

>> Nosso recado para a leitora triste:
Nós da Mulher de 30 desejamos a você um novo amor no futuro e muita felicidade! :) <3 Um beijão

Comente com o Facebook

comentário(s)

Trackback from your site.

Comentários (3)

  • Lis

    |

    MIGA, não quero diminuir nem menosprezar seu sofrimento, mas RODA A BAIANA e segue em frente!!!
    Se o “humano” não quis casar pq vc ficou gravemente doente, ele jamais poderia prometer que ficaria do seu lado “na saúde e na doença”!!! Ele foi um covarde e, pelo amor dos deuses, vamos concordar que é MTO FÁCIL atribuir a culpa da própria covardia “aos planos de Deus”! Vc não foi a mulher da vida dele, mas o homem da sua vida ainda andando por aí, então, faz perfil no Tinder e segue o bonde!;)

    Responder

  • Keit

    |

    Cara leitora triste.
    Imagino que o momento seja de muita dificuldade, tristeza e falta de esperança. Mas acredite, você teve uma boa oportunidade. Provavelmente você acreditava que o casamento seria para passarem juntos pelos bons e maus momentos, infelizmente seu noivo demonstrou que não poderia suportar os “maus”. Ao menos, você teve a oportunidade de nãos e casar, e descobrir esse defeito após o casamento.

    Quanto a dificuldade de se relacionar, ela deve ser passageira, volte a ter fé na vida e acredite que como você tem bons amigos e familiares que te ajudam e te apoiam, possivelmente irá aparecer um cara bacana que conseguirá aguentar os bons e os maus momentos com você. Não se deixe limitar por essa experiência negativa. Já dizia Carlos Drumond de Andrade, as pessoas podem amar mais de uma vez.

    As experiências dolorosas são marcantes, mas uma vez superadas, te deixarão mais fortes!
    Deixe passar o seu período de tristeza e rancor (mas não se deixe consumir por ele). Depois, saia de casa, comece a conhecer pessoas novas e se dê várias novas chances. Afinal só temos uma vida, e devemos fazer dela o melhor possível. Segue um clichê pra finalizar: “cair é inevitável, ser derrotado é opcional”.

    Boa sorte em suas novas experiências.

    Responder

  • Fabiana

    |

    Aconteceu comigo, só que eu já era casada a 17 anos e depois q adoeci e fiquei na cadeira de rodas ele não me quis mais …. hoje já ando de muleta e encontrei o amor alguém q não se importa com a cadeira ou muleta….então não desista quando menos esperar vai aparecer um amor.

    Responder

Deixe um comentário