Agora tenho amor e carinho!

Enviado por Mulher de 30 em . Publicado em Sabrina, Tirinhas

Nada como ter um bichinho meigo e carinhoso… :)

Comente com o Facebook

comentário(s)

Trackback from your site.

Comentários (35)

  • Sonia

    |

    Melhor é um cachorro!! Esses sim, dão amor incondicionalmente!!!

    Responder

    • Vanessa Lampert

      |

      Sonia, a questão aqui não é comparar se gato é mais amoroso do que cachorro. Ela poderia ter colocado um cachorro ignorando, mas preferiu optar pelo estereótipo e exagerar. Meu gato é um grude. E aí? Vai dizer que ele não é um gato por causa disso? Que bobagem!

      Responder

    • Neila Gregorio

      |

      Rá! Vanessa…você por aqui! hehe…Adorava o Autor Desconhecido, bem que podia voltar a postar por lá, né não? =D

      Responder

  • Fex

    |

    Talvez um cão se prestasse melhor a este papel.

    Gato costuma ser um bicho de personalidade independente, não são muito boas almofadas sentimentais…

    Responder

  • Anonymous

    |

    Tenho três gatos e eles me amam! Preconceito besta falar isso de gato. Quando o gato é criado dentro de casa, é igual cachorro, faz companhia. Óbvio que cada um tem seu jeito, amo os dois.

    Responder

  • Anonymous

    |

    concordo Fex, rsrs cachorro é mais carinhoso e atencioso :)

    Responder

  • Anonymous

    |

    olha, eu tenho um gato, q nasceu aqui, a mae dela tbm nasceu.. mas a gata filha é mto chata, não deixa nem fazer carinho, pegar no colo.. gato é mais indiferente sim.. vc ja teve um cachorro?

    Responder

  • Anonymous

    |

    talvez aki tenha começado…

    Responder

  • Ana Ribeiro

    |

    Já tive cachorro, amo os dois. Se me perguntarem se prefiro cão ou gato não saberia responder. Eles são DIFERENTES,mas o amor é o mesmo. Cachorro já meio que nasce “sabendo” dar carinho, gato vc conquista (e é isso que me fascina; eles me escolheram, confiam em mim) Aqui eles não desgrudam de mim, dormem na minha cama, atendem pelos nomes (hehe), eu sei o que eles querem e eles sabem quando eu sei o que eles querem. É um amor diferente, porém nem maior nem menor que o dos cãe, apenas diferente.

    Responder

    • Rick

      |

      Sim. decididamente é diferente, e só.
      Tenho uma gata que é o cão chupando manga, atentada, a brincadeira dela é morder e “caçar”, do tipo que trás bicho vivo pra torturar em casa (teve uma vez um episódio com uma pomba que quase me mataram quando eu cheguei em casa. kkk)

      Mas quando eu estou num mal dia, sento no pc e ela vem pro colo é quando eu me digo que está na hora de mudar alguma coisa. rs.

      Não é que eles são indiferentes, só não são babões a todo instante igual os cachorros.

      Responder

      • Gabriela

        |

        Os gatos são diferentes dos cachorros e é isso que gosto neles. Meu cachorro faz festa pra qualquer um. Os meus dois gatos me dão um carinho especial, é só comigo. O cachorro é o colega popular. O gato é o melhor amigo. Acho que a maioria das pessoas que dizem que gato é indiferente nunca teve um gato na vida. Cada um com suas preferências…

        Responder

  • Anonymous

    |

    Olha a cara do gato…

    Responder

  • Anonymous

    |

    Ai gente.. mas a graça é justamente essa né? Ela nao recebeu carinho do “gato” Fábio, e nem vai receber do Rodrigo. ¬¬”

    Responder

    • Anonymous

      |

      É justamente aí que NÃO tem graça ^^

      Responder

    • Anonymous

      |

      Rsrsr

      Responder

  • Julio Cesar Silva Moreira

    |

    Gatos são diferentes de cachorros. Tem personalidades diferentes.. ainda assim um gato pode ser carinhoso. Até se compararmos com pessoas:

    -Cachorros são emotivos e dependentes. Também amam
    -Gatos são independentes, indiferentes e também amam.

    Responder

    • Ana Ribeiro

      |

      Perfeita sua colocação, Julio. E é justamente por isso que pessoas não gostam de gatos, porque parece que estão se relacionando com pessoas (nem sempre a gente quer carinho ou dar carinho, queremos ficar sós,não é sempre que nos chamam que iremos, ou iremos por algum interesse =d enfim) .Cão dá menos trabalho, já vem adestrado.

      Responder

  • Luna Rosa Inlladrys

    |

    PQP! Mas PQP em caixa alta negrito se pudesse, toda vez é isso!!! Não pode ter nada que envolva gatos, que as pessoas já começam essa palhaçada desses comentários!? Gatos são diferentes de cachorros e um não é melhor que o outro saco! Ambos tem jeitos diferentes de demonstrar afeto, a diferença é que um gato não é como o cachorro que fica todo babão pro dono se ele estalar o dedo. Gato vem até você te dar carinho quando ele quer e quando ele pressente algo diferente em você. Teve noites na minha adolescência de eu chorar a ponto de não conseguir abrir mais os olhos e meu gato deitar do lado do travesseiro e me pedir carinho, passar o rosto perto do meu, por a pata no meu ombro e tudo mais. Gato já me salvou de cobra e cachorro bravo quando eu era criança, da mesma forma que um Doberman que eu tinha me salvou (e a minha família) de ladrão.

    Então pelo amor, o blog é para mulher de 30 logo é esperado que uma boa parte aqui, que frequenta o site sejam adultos, então PQP ajam como adultos!

    Parem de difamar um animal pelo jeito que ele é pois isso só gera maldade, e casos de gatos sendo espancados, torturados e abandonados. Tenha santa paciência!

    E quanto a tirinha é bem o que o anônimo citou, de que ela não vai receber carinho de nenhum dos dois, essa é a graça da mesma. Parem de foder com tudo que veem.

    *momento revolta off*

    Responder

    • Katia

      |

      Luna Rosa Inlladrys
      disse tudo,amei!!!

      Responder

    • Ana Ribeiro

      |

      Luna, mas infelizmente essa é a realidade. Preconceito. E é por isso que me manisfesto sempre quando falam de gatos, pois acho que eles são excluídos injustamente (é simplesmente maravilhoso ter gato – quando criados dentro de casa, sem acesso a rua é melhor ainda). Acabo que com isso “preferindo” mais os gatos; por eles serem excluídos pela maioria.

      Responder

  • Vanessa Lampert

    |

    Nossa, se cachorros são mais carinhosos do que o meus gatos, eu não quero conhecer cachorros!!! Meu amarelinho é um grude absurdo! Quando chegamos em casa, os dois vêm nos receber na porta. Se eu o chamasse desse jeito, ele já estaria em cima da minha cabeça. O chato é que isso reforça o preconceito do pessoal que não conhece gato e que não tem sensibilidade para entender. Assim como as pessoas, cada indivíduo é único. Eu não tenho nenhum independente, nem indiferente. Mas têm amor próprio, isso sim. Assim como as pessoas deveriam ser. Te tratou mal, não fique implorando carinho! Isso todos os gatos sabem, tanto os mais independentes quanto os mais grudentos.

    Responder

  • Rick

    |

    Só não gosta de gato que nunca conviveu com um. Sério.

    E o da tira não se manifestou porque sabe que no fundo não existe problema nenhum. rs.

    Responder

    • Ana Ribeiro

      |

      Digo isso sempre, Rick; as pessoas perdem por não ter gatos. Tenho três! AMO incondicionalmente.

      Responder

  • delys

    |

    Finalmente defensores de gatinhos! E o Rick tem razão, só não gosta quem nunca conviveu com um! Uma amiga minha odiaaaaava gatos, mas odiava de querer chutar quando via na rua. No dia que chegou um na casa dela…Foi pouco tempo pra cair de amores pelo bichano, e hoje já tem três! =)

    Responder

  • Anonymous

    |

    A personagem Nanda podia ter mais participação por aqui, né?

    Responder

  • Alexandre Antonio C Faria

    |

    Que bom! O Blog inteligente e engraçado pelo qual me interessei está novamente no ar! Bem vinda de volta! Abraços e bom fim de semana.

    Responder

  • Anonymous

    |

    Tenho um cachorro e tive um gato quando era criança, e pelo que eu convivi com eles pude entender que eles são como as pessoas. Eu por exemplo posso amar uma pessoa, seja amiga(o) namorado e mesmo assim não fico sempre perto ou sou sempre carinhosa, como são os cachorros. Eu acho que cada um deles tem a sua forma de demonstrar o seu afeto, o que eu acho ruim é as pessoas tem esse preconceito todos os animais e as pessoas tem um jeito diferente de lidar com outras pessoas e animais.

    Responder

  • Anonymous

    |

    Claro que os dois amam… de jeitos diferentes. Como meu pai e minha mãe. Meu pai me beija, me abraça, e gruda o tempo todo. Minha mãe não dá nem beijo no rosto direito pq é metida a durona, sabe? Mas me ama igualzinho! É só espirrar que ela tá aqui do meu lado, rs… é só o jeito de cada um.

    Tbm tenho gato e optei por eles pq não sou muito fã do jeito grudento e lambido dos cachorros, embora goste deles tbm. E vou contar mais uma prova de amor pra vcs.

    Minha gata me ama loucamente. Vive atrás de mim o dia inteiro pela casa. Mas como não sou muito grudenta, ela fica perto, mas não em cima de mim. Ela respeita meu espaço e só vem para o meu colo quando eu chamo. Daí ela vai aonde eu vou o tempo todo com aqueles olhinhos carentes… Se fico vendo TV, ela deita no tapetinho ao lado da cama. Se fico na sala com alguma visita, ela deita do lado do sofá e por aí vai.

    Recentemente tive o diagnóstico de insuficiência cardíaca e com isso, sinto muita falta de ar ao menor esforço físico. Como minha casa é duplex, tenho que subir cada degrau lentamente e parar para descansar a cada degrau por causa da falta de ar. Adivinha quem me acompanha? Minha gata! Ela sobe um degrau junto comigo, para e espera eu descansar pra subirmos outro. E assim vamos lentamente chegando ao andar de cima… Sobe, para, descansa… eu e ela! rsrsrs

    Me fala: como não amar?

    Beijo.

    Responder

  • A Escorpiana

    |

    Independente de ser cachorro ou gato, o animalzinho vai retribuir o amor que o dono der!

    Responder

Deixe um comentário